4 estratégias para manter um relacionamento

Author: Vcustomizando  /  Category: Dicas, Outros Momentos

A grande maioria das pessoas ao ouvir a seguinte questão: “Qual o segredo para um bom relacionamento?” Não conseguem sequer ter uma idéia de como responder a essa questão e as que respondem, acabam dando uma idéia errada.

As pessoas que conseguem responder a questão acima, geralmente dizem: “Não minta”, “Não critique”, “Não guarde rancor” e etc. As mais diversas baboseiras genéricas que nós estamos cansados de escutar, todos os “não faça”, e isso não poderia estar mais errado, pois os relacionamentos benignos são concebidos através de foco positivo. Isso mesmo, ao focar o que você não deve fazer, acaba por ofuscar aquilo que você deve realmente fazer, claramente falando, você estará com seu foco direcionado à aquilo que é negativo e como dizia Tony Robbins: “Seu foco determina sua realidade.” – Portando ao manter seu foco ao que é negativo, por conseqüência obterá resultados negativos.

Foco positivo vs Foco negativo
Foco positivo pode fazer verdadeiras maravilhas por você, trazendo novas perspectivas e moldando conceitos que influenciam toda sua vida. Podemos discernir o foco positivo do negativo observando que, enquanto um te torna mais receptivo, o outro te deixa em resignação contínua. Desenvolver foco positivo é um processo que te deixará com uma visão ampla das possibilidades, eliminará suas tendências negativas, te guiará a estado de equilíbrio e maximizara outros aspectos saudáveis que vão auxiliar na promoção de um melhor relacionamento. Quando o relacionamento é estabelecido através de foco positivo, é criada então uma conexão emocional verdadeira com base em uma seqüência de sentimentos benéficos que promove a felicidade e satisfação do casal.

“Estabelecer objetivos positivos e partilhar experiências significativas aumentam a intimidade e desenvolvem um relacionamento sólido e satisfatório.”

Problemas e conflitos pessoais
É muito comum que haja problemas pessoais e isso não significa que tais problemas tenham que refletir na relação, mas algumas vezes isso acontece, então como resolver? Durante nossa vida temos e passamos por diversos problemas que são complicados, mas ao entrar num relacionamento as coisas podem ser bem diferentes do que de costume, principalmente quando o problema não é com você. Quando surgir um problema com a outra pessoa você deve ter a percepção da dificuldade que ela esta tendo, sem tentar se envolver, a não ser que sua ajuda seja solicitada. O grande problema que podemos constatar é que quando a outra pessoa tem um problema a primeira atitude que você tem é se envolver e querer resolver o problema pra ela, isso é errado? Sim, sua intenção pode ser a melhor, mas isso não ajudará, pois quando sua/seu companheira(o) está com determinado problema, você sente “pena” dele(a), e por isso tenta ajudar na resolução sem que sua ajuda tenha sido pedida, isso não apenas é desrespeitoso, como também é uma forte indicação de você acredita que sua/seu companheira(o) não possui iniciativa, capacidade e recurso próprio para lidar com a situação.

Discussões inúteis e batalha de EGO 
Quando vocês estão juntos conseguem permanecer em harmonia ou encontram-se buscando razões para gerar discussões? Muitas vezes isso acontece e você não se da conta até já estar numa discussão totalmente inútil e em algum momento acaba percebendo que não se lembram nem porque estão discutindo, tudo tornou-se uma batalha de egos, quem está certo ou errado e nada mais importa. A única forma de não entrar em tais conflitos é evitar buscar motivos para discutir, controlar sua necessidade de “provação” e apreciar a outra pessoa, caso não consiga de forma nenhuma, então talvez não esteja habilitado para relacionamento.

Criar e transmitir: humor e diversão 
Qualquer relacionamento precisa de bom humor e diversão para se manter vivo e a falta desses componentes pode significar a “morte” da relação. Com a correria do dia-a-dia… trabalho, compromissos, estudos e afazeres diversos que invadem e tomam seu tempo e acabam não deixando espaço para brincar e se divertir. É preciso buscar um equilíbrio para sua vida funcionar de maneira satisfatória e é claro, manter uma relação saudável e feliz, mas sem humor e diversão isso é impossível. Você pode até imaginar que para lidar com problemas no relacionamento deve pensar e manter uma comunicação seria e analítica, porém o bom humor pode ser a chave para resolver qualquer conflito, isso mesmo, mas veja bem… Eu disse: bom humor e não zombarias.

“O bom humor ajuda a lidar com problemas, superar obstáculos, emitir mensagens positivas e promover uma vida mais significativa.”

Um casal que busca resolver um conflito através de bom humor sente-se mais ligado e obtém melhor entendimento do que tentando resolver utilizando de comunicação lógica e seria. Tenha em mente que usar bom humor nessas horas não quer dizer que você deva ser sacana, hostil e muito menos que deva ironizar através de: imitações de voz, linguagem corporal e expressões quaisquer.

As estratégias acima abordadas se comprovam muito eficazes, portando faça bom uso das mesmas e construa um relacionamento único, significativo e acima de tudo… Verdadeiramente feliz!

Fonte: Mundo DSE

Reflexão do dia

Author: Vcustomizando  /  Category: Dicas, Outros Momentos

O Breve Guia

 

menos televisão, mais leitura
menos compras, mais ao ar livre
menos desordem, mais espaço
menos pressa, mais lentidão
consumir menos, mais criação
menos lixo, mais comida de verdade
menos trabalho inútil, mais impacto
menos de condução, mais caminhadas
menos ruído, mais solidão
menos foco no futuro, mais no presente
menos trabalho, mas jogo
menos preocupação, mais sorrisos
respirar

 

fonte: http://zenhabits.net/brief-guide/

Quando as desculpas nos dominam

Author: Vcustomizando  /  Category: Dicas, Outros Momentos

Lúcia era uma mulher de 37 anos, divorciada, com um filho de oito anos e um emprego estável. Ela era uma mulher bonita, mas vinha deixando de se arrumar há algum tempo. Na verdade, todos ao seu redor notavam suas roupas manchadas e suas olheiras de cansaço, dia após dia. Quando conversava com as colegas de trabalho, sempre dizia que não tinha tempo para se arrumar no dia-a-dia e que não cortava o cabelo há séculos. Manicure? Há tempos não ouvia falar. Tinha vergonha de sair à noite por nunca ter o que vestir. Até que um dia seu filhinho perguntou: “mamãe, por que você só usa roupas velhas?”. Ela queria dizer que não tinha dinheiro para comprar roupas, mas a verdade é que ela nunca tinha visto isso como prioridade.

Márcio tinha um bom emprego, que lutou para conseguir. Sempre estudou muito e abdicou de diversas atividades na vida pessoal para chegar onde está. Em um cargo de confiança em uma grande empresa, ele vivia estressado. Nunca tinha tempo para sair com os amigos, nunca se casou e mal se lembrava do último filme que tinha visto no cinema. Até que sentiu dores no peito e foi parar no hospital, com princípio de infarto. Na cama do pronto-socorro, não se lembrou da última vez que tinha dado uma gargalhada. Sobreviveu ao incidente, mas foi trabalhar na segunda-feira seguinte com um sentimento de culpa por ter deixado sua saúde chegar àquele ponto.

Todos os dias, damos desculpas para tudo. Eu sei que existem pessoas que se vigiam e não fazem disso um hábito, mas ele acaba nos atingindo de todas as formas. Mesmo sendo você uma pessoa muito ativa e que nunca dê desculpas, fatalmente será atingida por outra que aja de forma diferente. A desculpite está por toda a parte.

Esse post não é para condenar quem faz isso. Claro que não! Sinceramente, não conheço ninguém que não use desculpas para deixar de fazer uma coisa ou outra. O que eu quero com este post é despertar em você um sentimento que você talvez não tenha percebido, que é o de que muitas coisas que não acontecem na sua vida podem ser em decorrência de uma desculpa que você vem dando há muito tempo. Emagrecer, por exemplo. Mudar de emprego. Fazer um curso. Aprender alguma forma de artesanato. Investir em algum hobbie. Identifique as desculpas que você sempre costuma usar e vigie-se para não usá-las mais. Somente essa mudança de pensamento pode incentivar uma nova atitude, e assumir algo não é vergonha para ninguém.

Descubra o que precisa ser feito e simplesmente faça. Não dê mais desculpas – isso é mentir para si mesma(o).

 

Fonte: Vida Organizada

Viés usando estilete

Author: Vcustomizando  /  Category: Dicas, Tecidos

Eu sempre quis fazer meus próprios viés e depois que vi este passo – a – passo fiquei muito feliz!!! Vou poder fazer com todo tipo de tecido.

É bem fácil! Basta seguir o PAP aqui

 

Para você se organizar

Author: Vcustomizando  /  Category: Dicas, Outros Momentos

25 BONS MOTIVOS PARA VOCÊ SE ORGANIZAR

1. O espaço da sua casa é aproveitado da melhor maneira possível! Você nunca vai olhar para um canto cheio de tralha e se sentir mal por não fazer nada a respeito.

2. Você não perde tempo procurando coisas porque você sabe onde elas estão.

3. Você não fica estressada(o) só de pensar que precisa organizar isso e aquilo. A vida está em ordem e basta ir administrando.

4. Você nunca mais irá comprar um objeto que já tinha em casa, mas não sabia onde estava. Ou seja, economizará dinheiro.

5. Além disso, também aproveitará melhor as coisas que já tem, incluindo comida, pois ficará de olho na validade.

6. Você não compra o que não precisa, pois conhece o espaço que tem e suas necessidades.

7. Suas coisas duram mais tempo, pois você consegue ter uma rotina de cuidados que não envolve “comprar novo” se algo der defeito ou estragar por ter sido mal-armazenado.

8. Você é feliz com a casa onde mora, sem a vontade constante de mudar para um lugar maior “porque tem bastante coisa”. Você tem o suficiente.

9. Você faz doações regulares a instituições de caridade, ajudando quem precisa enquanto libera a casa de objetos sem uso.

10. Você consegue dar atenção aos seus filhos, namorado, esposa, amigos, família, porque consegue administrar o seu tempo.

11. Suas metas são atingidas porque você tem um plano.

12. Você vive uma vida coerente com seus objetivos de curto, médio e longo prazo. Você não perde tempo com besteiras.

13. Você aprende a não reclamar do tempo. Você sabe que a responsabilidade é sua, e não do fato de o dia não ter mais de 24 horas.

14. Você acorda de manhã e vê a sua pia limpa. Você chega de noite e a sua cama está arrumada.

15. Sua mente está tranquila.

16. Você não se estressa tanto, já que tem tudo (ou a maioria das coisas) sob controle.

17. Você trabalha melhor, com foco e executa projetos sem se esquecer de nenhum ponto.

18. Você respeita as pessoas.

19. Você consegue ir atrás dos seus objetivos não importa a idade que você tenha.

20. Você consegue descansar.

21. Você fica orgulhosa(o) de si mesma(o) a cada virada de ano e a cada nova conquista.

22. Você consegue cuidar da sua saúde e da saúde da sua família, inclusive com relação à alimentação.

23. Você se previne e não é pego(a) de surpresa nas diversas situações do dia-a-dia.

24. Você tem mais tempo para fazer o que realmente ama.

25. Você sabe que, no dia em que você morrer, não terá se arrependido das coisas que não fez, porque encontrou tempo para fazer tudo o que era importante para você!

Fonte: http://vidaorganizada.com/dica-do-dia/25-bons-motivos-para-voce-se-organizar/

Outono

Author: Vcustomizando  /  Category: Companhias

16 dicas para decoracao outono

O sol está menos intenso e o ar mais fresco, já não se abrem tanto as janelas e as camas já pedem cobertores e edredões… chegou o Outono! Para além da inevitável preparação da casa para enfrentar os meses mais frios do ano, inspire-se numa das muitas ideias de decoração outonal, para tornar o seu espaço tão aconchegante quanto a estação, à qual acabamos de dar as boas vindas.

  1. Ao contrário da Primavera e do Verão, o Outono pede cores mais ricas e aconchegantes, caso dos castanhos, laranjas, cobres, encarnados, amarelos, rubis e dourados, que podem ser facilmente incorporados em qualquer decoração através de cortinas, almofadas, capas de sofás e cadeiras, mantas, edredões, lençóis e toalhas (de cozinha e de casa de banho).

  2. Aproveite os maravilhosos dias solarengos de Outono para passear num jardim ou parque e apanhar muitas folhas coloridas. Leve para casa e utilize-as para mil e um projectos decorativos: emoldure-as em passepartouts pequenos ou grandes, dispondo-os sozinhos ou em conjunto – ficam fantásticos agrupados na mesma parede ou sobre a lareira; encha uma jarra de vidro ou vários frascos com tampa de folhas secas e disponha na cozinha ou na entrada; com recurso a imanes ou a fita-cola de dupla face, exiba as folhas de forma a cobrirem, por completo, um lado do frigorífico.

  3. Se gosta de fotografia, desfrute dos dias outonais lá fora e tire fotografias de imagens típicas da época, para depois expor dentro de casa (aproveitando para arrumar e organizar as fotos que têm entretanto estado expostas). Uma exposição pessoal, o Outono visto pelos seus olhos.

  4. As abóboras são, sem dúvida, uma das grandes estrelas da estação e, enquanto elemento decorativo são extremamente versáteis: para decorar uma lareira (dispostas no chão ou no topo da mesma); alinhadas no peitoril de uma janela; pintadas (com tinta acrílica, depois de lixados) em cores condizentes com o espaço onde vão ser exibidas; quem diz pintar, também diz enfeitar com fitas de cetim ou brilhantes; utilize um naperão (os modelos de papel utilizados para os pratos de bolos) para desenhar um efeito rendado sobre a abóbora ou um furador eléctrico para com os buracos perfeitos, criar um efeito gráfico e contemporâneo; disponha as abóboras sobre peças inesperadas como uma taça de bolos com pé, uma terrina em estanho ou vulgares vasos de plantas (dentro ou virados ao contrário, sobre os mesmos); recorte as palavras “lar doce lar” ou “bem-vindo” numa abóbora de grandes dimensões, retire o recheio, coloque uma vela e disponha na entrada da casa. 

  5. Alinhe dois ou três cestos de verga junto da lareira, enchendo uma com lenha, outra com mantas e a terceira com os livros que pretende ler nas tardes de chuva que passar em frente à fogueira – embora fiquem bem nas prateleiras, os livros também podem ser excelentes apontamentos decorativos.

  6. Se durante o Verão levou todos os tapetes e cortinados mais pesados para a lavandaria, está na altura de voltar a expô-los. Tecidos quentes, pesados e luxuosos – como o veludo, pele, camurça, pêlo, malha, flanela, lã, chenilha e tweed – sabem bem ao toque, e padrões como o axadrezado escocês ou os adamascados criam um ambiente muito aconchegante.

  7. Só porque começa a ficar frio lá fora não quer dizer que não se possa trazer a Mãe Natureza para dentro de casa! Utilize ramos de árvores com folhas, bagos e espigas de trigo secas para criar um arranjo que é um verdadeiro reflexo do Outono. Coloque o arranjo em frente a um espelho, na sala de jantar ou no hall de entrada, para um impacto ainda mais dramático.

  8. Crie uma grinalda totalmente inspirada no Outono, com recurso a folhas coloridas, cascas de maça e abóbora secas, bagos, bolotas ou castanhas e pendure sobre a lareira ou a acompanhar o corrimão de uma escada. Em alternativa, faça pequenos furos em várias abóboras miniaturas e pendure-as do tecto com fitas em cetim ou ráfia. Como vê, decorar não implica gastar muito dinheiro!

  9. Construa um runner com pequenos ramos de árvore alinhados e colados lado a lado: no fim envolva uma fita em cetim grossa em torno dos mesmos, um em cada ponta, e disponha sobre qualquer mesa para um visual cottage, muito chique!

  10. Coloque uma vela de grandes dimensões no meio de um recipiente de vidro ou de uma taça de madeira, enchendo-a de seguida com maçãs verdes ou vermelhas. Um centro de mesa outonal que é perfeito para qualquer cozinha.

  11. Junte o mobiliário que possa estar mais disperso, criando zonas mais aconchegantes, nomeadamente em torno da lareira. No Outono, espaços muito amplos ou “despidos” podem tornar-se frios e pouco convidativos.

  12. O potpourri é marcado por cores outonais, sendo um elemento decorativo perfeito para esta altura do ano, especialmente se for exibido num recipiente deslumbrante ou invulgar.

  13. Mesmo que não saiba tricotar, encha um pequeno cesto com novelos de lã em várias cores. Se condizerem com o ambiente envolvente, ainda melhor – um apontamento decorativo inesperado!

  14. Receba o Outono com uma bonita coroa pendurada na porta de entrada: para começar, compre uma coroa base sobre a qual pode trabalhar, ou então utilize uma forma circular, oval ou até quadrada ou rectangular em madeira; pode ainda moldar um cabide em metal para obter o formato desejado. Depois, decore a gosto: com folhas secas de várias cores ou pintadas de dourado com uma tinta em spray; folhas intercaladas com ramos de árvore, bagos, abóboras miniaturas, pinhas, bolotas, castanhas ou nozes. Se utilizou um cabide, aproveite o gancho para prender a coroa no topo da porta com um fio de sediela e algumas tachas.

  15. Não há objecto decorativo mais simples e mais apreciado do que as velas – espalhe-as pela casa ou agrupe em locais como a lareira, a casa de banho ou o hall de entrada. No Outono escolha velas aromáticas como baunilha, airela-vermelha, especiarias, maçã e canela, pinheiro ou qualquer outro aroma que encha a casa com o perfume da estação.

  16. Uma das vantagens do Outono é que o sol continua a dar o ar da sua graça e a aquecer os nossos dias – isto quer dizer que podemos continuar a aproveitar as varandas e os pátios. Adequar um espaço exterior a esta época do ano é tão simples como colocar um tapete de sisal ou manta de retalhos no chão, apetrechar cadeiras e poltronas com almofadas e mantas, acender velas e lanternas para os fins de tarde, ligar um aquecedor ou lareira de exterior para momentos memoráveis

Fonte: http://eudecoro.com/artigos/16-dicas-para-decoracao-outono

Preparo para a mudança

Author: Vcustomizando  /  Category: Dicas, Literário, Outros Momentos

O verão está chegando ao seu final e a temperatura mais amena já anuncia que o outono vem se aproximando.

Trazendo consigo a vontade de preparar tudo para o momento de recolhimento (inverno).

Nesta época é bom para fazer limpezas, arrumações, mudanças, internas e externas.

Pra começar uma boa faxina na casa, limpando toda aquela euforia que as férias ensolaradas causam. Colocando coisas em seus devidos lugares, momento para aproveitar e consertar o que ficou estagnado, aguardando um tempinho seu de dedicação.

Também é um bom momento para cuidar do jardim, pois o sol já não brilha tão forte. Trocar a terra dos vasos, retirar as ervas daninhas, criar novas sementeiras, adubar bem e fazer podas necessárias.

Com toda esta faxina externa, paralamente, vamos faxinando também nosso interior. Livrando-nos de sentimentos que não nos servem mais, deixar o coração mais leve e limpo para novos acontecimentos.

Cuidar também do nosso exterior, renovar a pele castigada pelo sol do verão, um corte de cabelo também é muito bom. Ou seja,mudança de estação é bom incentivo para mudar o visual.

E eu fiz isso! Cortei o cabelo, preparo-me para pintar a casa e renovar meus vasos de plantas. Junto com isso tudo vou avaliando o que vivi, disposta a mudar o que posso mudar, consertar o que vale a pena, agradecer os bons momentos vividos e preparar a alma para o surgimento de novos acontecimentos.

 Vcustomizando


My Stick Family from WiddlyTinks.com